Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País - Artigo

O tempo a seu favor

Jornal do Brasil Gisele Damazio*

“Tempo...Tempo...Tempo...” já dizia a música. Cada vez mais as responsabilidades aumentam e as horas reduzem. Provavelmente você já percebeu que a gestão do tempo afeta diretamente a sua vida pessoal e profissional. Afinal, tem que levar os filhos para a escola, se preparar para a reunião, administrar as tarefas da casa, liderar equipes etc. Tal sobrecarga é comprovada pelos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2016, que mostram que mais de 80% (cerca de 135,5 milhões de pessoas) dos brasileiros fazem algum tipo de tarefa doméstica. Contudo, elas ainda são sobrecarregadas. Para se ter ideia, a média de horas dedicadas ao serviço doméstico no Brasil era de 16,7 horas, porém as mulheres trabalhavam em casa 20,9 horas semanais, em média; o dobro do que os homens, com apenas 11,1 horas.

Então, como coordenar cada minuto do seu dia para que consiga se equilibrar e encaixar todas as tarefas? No dia a dia são muitos os estímulos que insistem em “roubar” a nossa atenção, como e-mails, celular, Whatsapp, redes sociais etc. Além disso, a autocobrança para dar conta de tudo é enorme.

No ambiente corporativo não é diferente. Quando “colocamos uma lupa” em líderes, percebemos que lidam com diversas tarefas que devem ser realizadas sob sua gestão. E o desafio é ainda maior para as mulheres que possuem diversos papéis e precisam se sentir plenas executando todos eles.

A solução? Definir uma estratégia de trabalho que englobe a gestão, delegação, acompanhamento e desenvolvimento de equipes. Para isso, é importante que a profissional estabeleça uma interface com seus pares, outras áreas e sua chefia e, principalmente, atingir os resultados. Afinal, sem atingir metas não é possível se manter em uma colocação e não faltarão outras(os) profissionais em busca do seu lugar.

Sem falar que outras medidas simples podem ajudar, e muito, a gerir melhor o tempo, como planejar e organizar a agenda para garantir o cumprimento dos compromissos através da priorização das atividades; pedir ajuda e delegar tarefas a quem confia para que se sinta com mais liberdade para se dedicar; permitir-se, caso necessário, ir a um médico, a uma reunião da escola do(a) filho(a), estar presente na casa dos pais etc.; saber dar limite, pois a mulher tem uma tendência maior a dizer sim, mesmo que não possa se comprometer com o que está sendo pedido; distribuir o seu tempo entre as atividades pessoais e profissionais e não se sentir culpada, caso não possa atender a todos(as); ser objetiva e ter foco, o que é imprescindível para garantir a produtividade; ter sempre em mente o que é importante e se autoavaliar para melhorar sempre.

Enfim, para a Mulher Líder fazer a Gestão do Tempo, ela precisa ser a Líder da sua Vida, ou seja, ter a rédea em suas mãos para perceber e garantir que existe tempo para tudo, só precisa de determinação, foco e perseverança, pois competência tem de sobra.

* Consultora de Recursos Humanos



Tags: artigo, gestão de tempo, jb, liderança, recursos humanos

Compartilhe: