Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Março de 2017

Colunistas - Comunidade em pauta

Cedae: a venda de um direito básico

Jornal do BrasilDavison Coutinho

A crise no Rio de Janeiro está sendo usada para aprovação de medidas que vão afundar ainda mais a cidade, prejudicar os mais pobres e enriquecer os mais ricos e corruptos. A privatização da Cedae representa entregar a exploração de um bem natural, um direito básico, nas mãos da iniciativa privada. 

Em outros estados com atuação de grupos privados, a tarifa do abastecimento de água é muito maior que os cobrados pela Cedae. Além disso, na favelas e áreas de baixa renda, a empresa pratica a tarifa social, cobrando menos de quem tem menos para pagar. Um dos grupos privados de saneamento básico do Brasil está envolvido em esquema de corrupção e pode ser um dos compradores da Cedae. A privatização da água coloca em risco um dos direitos fundamentais do ser humano. É do conhecimento de todos que a água é um recurso natural esgotável. 

Sabemos que a venda da Cedae é uma desculpa mentirosa deste governo que afundou o Rio de Janeiro, com uma gestão corrupta que culminou na prisão no líder do esquema. Um grupo de corruptos que saqueou a cidade e hoje continua usufruindo dos privilégios e mordomias, mesmo por trás das grades.

O dinheiro da venda não resolve o problema do estado, pagaria apenas um mês de salário dos servidores. Existem outras formas apresentadas por deputados contrários a privatização que poderiam resolver a situação da Cedae. Uma delas é a cobrança da dívida ativa aproximada em 66 bilhões de reais.

Os que beberam de champanhe com guardanapo na cabeça querem tirar a água do povo. Basta olhar as últimas nomeações do governador para entender os votos a favor da privatização em troca de apoio na Assembleia Legislativa.

Não podemos aceitar que os responsáveis pela crise continuem decidindo pela recuperação, onde só eles continuam se beneficiando e afundando o Rio de Janeiro. 

A privatização não é solução.

* Davison Coutinho, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestre em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade

Tags: Artigo, cedae, comunidade, davison, JB, pauta

Compartilhe: