Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Março de 2017

Colunistas - Comunidade em pauta

Não podemos culpar só as forças da segurança. Sociedade precisa participar

Investimentos e NotíciasMônica Francisco *

Na última quarta-feira (22), foi lançado o Relatório da Anistia Internacional, sob o título, " O estado dos Direitos Humanos no Mundo."

Não é mais nenhum segredo ou novidade que uma onda ultra conservadora avança no mundo inteiro, e que nestes contextos, a vida humana precisa ser garantida e preservada.

Aliás, é imprescindível que a vida humana seja protegida. Avançamos em muitos campos, mas os preconceitos ainda continuam vitimando, e vitimando principalmente crianças, mulheres e homens jovens.

No Brasil, essa luta pela vida dos e das mais vulnerabilizados, por meio de agentes importantes, que se mobilizam para diminuir o sofrimento de comunidades em muitos lugares, não pode ficar isolada e abafada.

O relatório da Anistia Internacional vem garantir, junto com outros importantes instrumentos de ação, a possibilidade de somar elementos na  construção de políticas públicas eficazes na economia de tantas vidas.

Que possamos todos e todas refletir sobre a importância de ferramentas como esta, e mais ainda, no que cada um(a), pode ajudar individualmente.

Não podemos culpar somente as forças de segurança, mas a sociedade como um todo deve entender que toda vida importa.

*Colunista, Pesquisadora, Consultora na ONG Asplande e Membro da Rede de Comunidades do Borel

Tags: Artigo, Borel, comunidade, monica, pauta

Compartilhe: