Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Esportes - Copa do Mundo

Campeões do mundo desfilam por Paris abraçados por multidão

Jornal do Brasil

A seleção francesa de futebol desfilou na avenida Champs Élisées em Paris, nesta segunda-feira, em um verdadeiro carnaval fora de época com a participação de milhares de torcedores, que festejavam o título da Copa do Mundo da Rússia-2018.

Enquanto o ônibus descoberto passava lentamente em direção ao Palais de l' Élysée, a esquadrilha acrobática da força aérea sobrevoou a emblemática avenida da capital formando a bandeira francesa com fumaças coloridas.

O avião que trouxe os campeões após vitória por 4 a 2 sobre a Croácia, no domingo, chegou ao aeroporto de Roissy pouco antes das 17:00h do horário local, 12:00h pelo horário de Brasília. Ali, os carros de bombeiros do aeroporto formaram um arco de água sob o qual passou lentamente o avião.

O capitão Hugo Lloris, com o troféu na mão, e o técnico Didider Deschamps foram os primeiros a sair da aeronave. Foram recebidos pela ministra dos esportes, Laura Flessel, enquanto o pessoal do aeroporto cantava "Merci les Bleus" (Obrigado, Bleus).

Em um ônibus decorado com duas estrelas e a menção "Campeão do mundo", a comissão se dirigiu para Champs Élysées para cruzarem a avenida no ônibus descoberto, repetindo a imagem de 13 de julho de 1998 no primeiro título mundial.

Nesta segunda-feira, uma multidão com as cores nacionais - azul, branco e vermelho - se reuniu no local em um dia caloroso e ensolarado.

Após o desfile, os Bleus foram recebidos pelo presidente Emmanuel Macron e depois irão para o Hotel Crillon, na praça da Concordia, para continuar a festa.

Macron e sua esposa Brigitte, presentes no estádio Luzhniki, já puderam felicitar os jogadores no vestiário e voltaram a se encontrar com os campeões. O presidente pediu para os atletas "não mudarem" porque "esta equipe é maravilhosa porque é unida".

Mais cedo, a presidência anunciou que os jogadores serão condecorados com a Legião de Honra por serviços prestados ao país, em uma data ainda não estipulada, assim como os integrantes da seleção que venceu em 1998.

- Deschamps histórico -

Após ser capitão no título de 1998, a vitória da França colocou Deschamps no grupo seleto de jogadores que também foram campeões como treinador, ao lado do alemão Franz Beckenbauer e do brasileiro Mario Zagallo.

Aos 19 anos, Kylian Mbappé anotou o quarto gol francês e foi eleito o melhor jogador jovem do torneio, abrindo caminho para se tornar uma super estrela.

Os torcedores franceses festejaram a vitória varando a madrugada, tocando a buzina dos carros e tremulando bandeiras tricolores, enquanto a Torre Eiffel se iluminava de azul, branco e vermelho.

Deschamps, que recebeu uma chuva de champagne durante a coletiva de imprensa após o título, garantiu que a vitória foi "tão charmosa" quanto a do mundial de 1998.

"Existem duas coisas importantes. Uma é que esses 23 jogadores estão agora ligados pelo resto da vida, independentemente do que acontecer, e também que a partir de agora não voltarão a ser os mesmos porque são campeões do mundo", declarou o treinador.

"Ser campeão do mundo, como jogador profissional, não existe nada melhor", acrescentou.

Com este resultado, a equipe que mescla juventude e experiência em grandes torneios demonstrou que superou a derrota na final da Eurocopa de 2016, em Paris.

"Fizemos algo incrível, entramos para a história", disse Antoine Griezmann, autor do segundo gol francês na final.

"Agora é preciso aproveitar, estar com a família e festejar. Amanhã na França será igual, vamos festejar com todos os franceses", acrescentou o jogador do Atlético de Madrid.

Para a Croácia, país de apenas quatro milhões de habitantes, a derrota foi amarga, mas seus torcedores comemoraram o melhor resultado da história da Copa do Mundo, após campanha que teve vitória esmagadora contra a Argentina e que eliminou a Inglaterra nas semifinais.

Em Zagreb, aproximadamente 100.000 pessoas foram acompanhar a chegada dos jogadores ao país, segundo a imprensa local. O meia croata do Real Madrid, Luka Modric, foi eleito o melhor jogador do torneio.

Agência AFP


Tags: copa, festa, frança, futebol, mundial, mundo, rússia

Compartilhe: