Jornal do Brasil

Domingo, 30 de Abril de 2017

Cultura

Milão será a 'capital da arquitetura' por uma semana em junho

Milano Arch Week reunirá grandes nomes da área de todo mundo

Agência ANSA

Por uma semana, Milão será a capital mundial da arquitetura. Do dia 12 ao 18 de junho deste ano, o município sediará a primeira edição da Milano Arch Week, uma semana de eventos, debates, workshops e apresentações de projetos destinados principalmente a descobrir como será a cidade do futuro.

O evento, que acontecerá em vários espaços da capital lombarda, será realizado pela prefeitura do município em colaboração com as universidades Politécnico e Triennale. Já a direção artística ficará por conta do italiano Stefano Boeri.

Entre os grandes nomes do ramo que já confirmaram presença estão Elisabeth Diller, uma das arquitetas que redefiniu a cara de Nova York contemporânea "assinando" a famosa High Line, o parque linear construído em uma linha férrea elevada de 2,5 quilômetros de comprimento no coração da "grande maçã". E é nesse projeto norte-americano que Milão se inspira para se repensar concretizando, no futuro, iniciativas de requalificação de espaços atualmente desperdiçados.

Além disso, a semana de arquitetura tratará de dois grandes temas: sustentabilidade e criação de melhores condições de vida em um grande município. "A cidade tem na sua frente uma ocasião única, espaços enormes para requalificar como as antigas linhas de trem, as áreas [da companhia italiana] Falck em Sesto Giovanni e a área da Expo.

Estamos falando de milhões de metros quadrados que mudarão a cidade. Enfatizamos uma regeneração urbana que não é apenas para os arranha-céus, mas também para a requalificação da periferia", disse o prefeito de Milão, Giuseppe Sala. Segundo o reitor do Politécnico de Milão, Ferruccio Resta, a cidade "que ter um papel de protagonista na arquitetura mundial" não só porque nos últimos anos ela foi em parte "redesenhada" por grandes arquitetos, "mas pelo seu papel de estilista", de descobridora de novas tendências.

"Milão quer ter mais uma vez o papel que tinha entre os anos 1930 e 1970, com Gio Ponti, Emilio Lancia, Giovanni Muzio, Vico Magistretti e Aldo Rossi, quando era um museu a céu aberto da melhor arquitetura urbana de 1900", disse Resta.

Tags: arquitetura, cidade, evento, itália, junho, milão

Compartilhe: