Jornal do Brasil

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Economia

Moeda turca cai 7% após sanções dos EUA

Jornal do Brasil

A lira, moeda oficial da Turquia chegou a cair 13,5% nesta sexta-feira (10) após o anúncio do plano econômico do governo para conter a inflação no país, que chega a 16%. 

A moeda fechou o dia com queda de 7%, cotada a US$ 5,81, o equivalente a RS$ 22. Desde o começo do ano, a lira já sofreu desvalorização de 41 %.    

O resultado de hoje pode ser atribuído ao rebaixamento, nesta quinta-feira (10), da meta de crescimento para a economia de 5,5% para 4% pelo governo, que também enfrenta problemas diplomáticos com os Estados Unidos.    

A crise é motivada pela prisão de um pastor norte-americano na Turquia, acusado de espionagem e terrorismo em ações ligadas a um suposto golpe de estado em 2016, ano em que o presidente turco, Recep Tayip Erdogan, foi reeleito. As partes se reuniram na última quarta-feira (8) mas não chegaram a um acordo, o que fez o governo norte-americano aplicar sanções econômicas a Ancara.   

"Acabo de autorizar a duplicação das tarifas sobre o aço e o alumínio turcos, por sua moeda, a lira, estar em grande desvalorização com relação ao dólar", escreveu o presidente norte-americano Donald Trump em seu perfil no Twitter. As taxas passaram a 20% para o alumínio e 50% para o aço. Os Estados Unidos respondem por 11% das exportações do aço turco. "Nossas relações não estão bem no momento", completou Trump.   

Em resposta, o presidente da Turquia, Recep Tayip Erdogan disse ter telefonado a Vladimir Putin, para "felicitar" o homólogo russo pelo progresso dos laços econômicos e financeiros entre os países nas indústrias militar e de energia. Erdogan pediu aos cidadãos para não se deixarem levar pelo "pânico" e denunciou "campanhas" contra o país, pedindo à população que troque a moeda estrangeira pela local. "Troquem os euros, os dólares e o ouro que têm embaixo do travesseiro por liras turcas em nossos bancos. Essa é uma batalha interna e nacional", declarou à agência estatal "Anadolu". "Não se esqueçam disso: se eles têm os dólares, nós temos nosso povo, nosso Direito, nosso Deus", completou.   

 As bolsas de valores da Europa foram afetadas pela crise. Em Milão, houve queda de 2,5%, frente a 1,5% em Paris, 1,9% em Frankfurt, 0,9% em Londres e 1,5% de Madri.



Tags: economia, moeda, plano econômico, taxas, turca

Compartilhe: