Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Rio - Eleições 2018 - Rio

PDT lança Pedro Fernandes ao governo do Rio de Janeiro

Partido ainda não decidiu representantes para vice nem senador

Jornal do Brasil

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) homologou a candidatura do deputado estadual Pedro Fernandes ao governo do estado do Rio de Janeiro, durante conveção realizada ontem. O evento contou com a presença de Ciro Gomes, candidato do partido à Presidência da República, e reuniu cerca de 300 pessoas na Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini, no Centro do Rio.

A conveção terminou sem definições em relação a quem será o vice, na chapa. Há negociações para que o cargo fique com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) que, no Rio de Janeiro, é presidido por Alessandro Molon. O PSB, na sua convenção estadual, ocorrida no final do mês passado, decidiu pelo apoio à candidatura de Ciro Gomes para a presidência.

Fernandes discursa, com Ciro ao fundo: investimento em educação e segurança

Na convenção do PDT, também não houve definição sobre quem será indicado pelo partido para a disputa ao Senado. Existe uma possibilildade de se criar uma coligação para o preenchimento das vagas com candidatos do PDT, PSB e ainda do Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

Pedro Fernandes disse que, se eleito, vai investir em inteligência e tecnologia na segurança pública. Uma de suas metas como governador é  aumentar o número de escolas do estado funcionando em tempo integral. “Hoje temos apenas 15% de escolas funcionando em horário integral. Garanto que, até o final do meu primeiro ano de governo, vamos colocar mais de 50% das escolas em período integral. Dinheiro tem. É só não roubar e não deixar roubar. Além disso, temos no Rio de Janeiro uma coisa chamada posto de vistoria do Detran, que não serve pra nada e custa mais de R$ 200 milhões por ano. Só esse valor já seria capaz de colocar mais de 50% das escolas em tempo integral e ainda construir mais 15 escolas por ano”, prometeu Pedro Fernandes.

Ciro Gomes, que tem marcado presença em todas as convenções do partido para homologação de candidaturas a governo de estado, também discursou: “Se tem um estado que está procurando coisa nova é o Rio de Janeiro. Se o Rio quiser, a coisa nova aparece. Chama-se Pedro Fernandes”, afirmou o candidato do PDT à Presidência da República.



Tags: candidato, eleições, governo, pdt, rio

Compartilhe: