Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Março de 2017

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Minas Trend Inverno 2017 - Salão de Negócios: pegada 80's da Le Diamond

Some às formas geométricas, aos elementos gráficos e às cores fortes do tropicalismo brasileiro

Mais uma edição e, novamente, designers e compradores satisfeitos. Na 19ª edição do Minas Trend, que rolou na última semana em Belo Horizonte, cerca de três mil compradores de 15 países agitaram os corredores do Salão de Negócios da fashion week mineira e mostraram que com criatividade e talento é possível contornar as dificuldades econômicas.

Entre as 219 marcas de vestuários, calçados, bolsas e bijuterias que marcaram presença nos 72 mil metros do Expominas, o HT foi conhecer um pouco mais da história de cada uma e saber como estava a recepção das criações e, principalmente, das negociações. E, de fato, nossas conversas só comprovaram a euforia dos corredores: o otimismo voltou a acompanhar as transações.

Le Diamond

Some as formas geométricas, aos elementos gráficos e às cores fortes do tropicalismo brasileiro. O resultado é a coleção da Le Diamond, grife assinada por Tiago Rincaweski que apresenta quase 200 modelos diferentes por temporada. Apesar das peças da marca serem maxi, o designer contou, e o HT comprovou, que peso e criatividade não andam lado a lado na Le Diamond. O segredo para proporcionar peças grandes e confortáveis está no material escolhido. “80% das nossas peças, geralmente, são feitas em acrílico. Os outros 20% são preenchidos com o uso de metais com banho de ouro e ródio e pedraria de diversos tipos, como cristal, zircônia e pedra natural. Cada peça vai um material diferente”, explicou.

Entre as suas criações, Tiago expôs brincos, colares e pulseiras no Salão de Negócios do Minas Trend. Mas, depois da fashion week mineira, o designer já aposta em novidades. “A coleção de cintos eu fiz para casar com os colares e brincos. Então, ela virá com as mesmas estampas, geometrias e cores das outras peças. A ideia é que a gente proporcione uma brincadeira de combinação entre brincos e cintos, colares e pulseiras, cintos e colares e tudo mais que a imaginação do cliente quiser”, contou.

Mais um representante da euforia das negociações nesta edição do Salão de Negócios, Tiago Rincaweski disse que, para a Le Diamond, a crise passou longe em 2016. “Esse ano, para nós, não teve nenhum reflexo da crise. Eu acho que isso foi em função de todos estarem atrás do acrílico e de nós trabalharmos com o material do momento. Em 2016, a nossa venda aumentou em relação às outras fases da marca”, comemorou.

colunaheloisatolipan@gmail.com

Tags: acessórios, belo horizonte, bijuterias, Bolsas, codeminas, confraria, economia, estandes, expominas, fiemg, heloisa tolipan, Inverno, inverno 2017, minas trend, minas trend preview, moda, negociação, negócios, roupas, Salão, sapatos, tendências

Compartilhe: