Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Março de 2017

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

SPFW - rebatizada, TIG entrega coleção com toque de surrealismo e simbolismo

Os estilistas Renata Figueiredo e Fabio Yukio apostaram no estilo darkpunk

direto de São Paulo

Tigresse agora é TIG. Em novo momento, a marca de Renata Figueiredo e Fabio Yukio encerrou um dos dias de SPFWn43 apresentando em sua estreia o trabalho meticuloso que fez da marca a queridinha da mulher contemporânea. 

“Resolvemos fazer a SPFW para contarmos um pouco do que somos. As pessoas tem uma impressão de TIG como uma marca só de estampas, o que não é verdade. Participando do evento conseguimos mostrar esse lado para um publico maior”, justificava Renata antes do fashion-show.

Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43 
Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43 
Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43
Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43

E eles conseguiram. A dupla apostou nos clássicos da literatura mundial que exploram o simbolismo e o surrealismo para mostrar uma coleção high street para este inverno 2017, que causou desejo imediato por conta das peças finamente trabalhadas. A Metamorfose, de KafkaO Lobo da Estepe, de Hermann Hesse, e O Corvo, de Edgar Allan Poe, três universos pinçados para contar a história de uma mulher em plena transformação, a partir de uma riqueza única de detalhes e uma elogiada construção.

O perfume “dark punk”, como eles mesmos chamam, norteia toda a coleção. Em três momentos sutis, o styling de Daniel Ueda começa privilegiando looks dramáticos, inspirados nas formas dos insetos, e segue assumindo uma cartela de cores suave, em uma clara alusão à transformação proposta pelos diretores criativos. A cartela de cores, assim, foi apoiada em preto, roxo e verde, com pinceladas de branco e prata, para iluminar.

Apoiada em novidades e em um senso de exclusividade muito especial, a coleção tem tudo para ser um sucesso de vendas. “Os recortes em paetê são algo novo, assim como os bordados no tule. Nós desenvolvemos a renda da coleção dentro da fábrica para chegarmos em algo exclusivo, só nosso”, celebrou Renata Figueiredo.

Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43 
Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43 

Perguntada ainda sobre a crise que assola o Brasil, ela confessa que tento não deixar a pressão do mercado influenciar o meu processo criativo, mas isso é um fato. “Temos que fazer o que vende, senão a marca não sobrevive. Mas acho que hoje tudo está muito alinhado, conseguimos fazer o que queremos e isso é o que vende”, finalizou.

BELEZA

Pluralidade: foram 12 tipos diferentes de beleza que Rodrigo Costa fez para o desfile da TIG. Para esta apresentação, o beauty stylist quis levar o streed mood moderno para as passarelas em maquiagens que trouxessem a ideia de praticidade. Em peles sempre naturais e super iluminadas, que são a tendência da área da beleza, Rodrigo revezou olhos puxados, borrados, bocas de glitter, entre outros pontos de destaque. “Apesar de trabalhada, a ideia que queremos passar é que as próprias modelos fizeram a beleza em casa, exceto a boca de glitter, para um visual mais moderno e street. Eu acho que essa praticidade é o que mais vemos nas ruas. As mulheres não estão saindo mais tão produzidas, elas querem algo prático e menos perfeito”, analisou George Luna, um dos maquiadores da equipe de Rodrigo Costa.

Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43
Desfile da TIG no quarto dia de SPFWn43

Tags: dark punk, fabio yukio, renata fiqueiredo, simbolismo, spfw, surrealismo, tig, tigresse

Compartilhe: