Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Agosto de 2018 Fundado em 1891
Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo


Drogas nas estradas

Jornal do Brasil

A cocaína substituiu as anfetaminas, também conhecidas como “rebite”, como a droga mais consumida pelos motoristas de caminhões que precisam fi car acordados dias a fi o. A informação é do Instituto de Tecnologia para o Trânsito Seguro (ITTS) que de março de 2016 (início da obrigatoriedade do exame toxicológico para motoristas de veículos pesados no Brasil : caminhões, ônibus e vans) até julho deste ano testou mais de quatro milhões de motoristas por meio do exame do cabelo. A cocaína é consumida hoje por nada menos que 69% dos examinados que deram positivo para o uso de drogas, seguida pelos opiáceos, com 19,3%. Curiosamente, a maconha, que sempre foi a lanterninha destes exames, foi mencionada por 7% dos usuários, superando os “rebites” que ainda são usados por 3,6% dos motoristas fl agrados.  A obrigatoriedade do teste levou cerca de 1,2 milhões de motoristas a fugir do exame, não renovando suas carteiras, o que sugere que muito mais gente anda dirigindo caminhão chapadaça por aí.

Passando o quipá 

A Associação Religiosa Israelita do Rio de Janeiro entrou na Justiça contra a Prefeitura pedindo isenção do IPTU de um imóvel em Botafogo, alegando que é entidade religiosa sem fins lucrativos e teria imunidade tributária, de acordo com a Constituição. Mas os desembargadores da 7ª Câmara Cível do TJ mantiveram a sentença que nega o pedido. É que o benefício se dá apenas para imóveis usados como templos, porém a Associação não conseguiu provar o uso do local como igreja.

Salve o verde 

Segundo um levantamento realizado pela ONG Global Witness, o Brasil é o país que mais matou defensores do meio ambiente no último ano. De 207 ambientalistas assassinados em 22 países, 57 eram brasileiros. Destes, nada menos que 80% estavam envolvidos em questões de defesa da Amazônia. Desde 2012 não se registravam tantas mortes de ambientalistas pelo mundo.

Mondovino

Uma garrafa de Lidio Carraro Grande Vindima Tannat 2006, produzida na Encruzilhada do Sul (RS), será a estrela principal da ViniBrasilExpo, o grande festival do vinho brasileiro, que começa no sábado que vem. Uma garrafa sairá pela besteira de R$ 500. 

Hellboy

Chapa quente em Niterói. O vereador Carlos Jordy, aquele que se autointitulou “Filhote de Bolsonaro”, entrou com uma ação popular contra a regulamentação dos serviços de transportes por aplicativos sancionada pelo prefeito Rodrigo Neves, determinando 5% de ISS sobre a atividade. “Não é prejudicando um lado que vamos melhorar a situação”, diz ele. “Por que não dar, por exemplo, isenção fiscal para os taxistas?”

Mudou por quê? 

Eduardo Cabral, perdão, Paes teve uma agenda extensa essa semana na Região dos Lagos. Em cada cidade, fez-se acompanhar de alguma liderança local do (P) MDB como os ex-prefeitos Alexandre Santos e Marquinhos Mendes (Cabo Frio) e  o prefeito Cláudio Chumbinho, de São Pedro da Aldeia. A pergunta que não quer calar: Eduardo saiu do (P) MDB por que mesmo?

Em queda livre 

As cavadas teatrais de Neymar continuam rendendo mundo afora. A loja de materiais de construção R & M, da Bolívia, lançou um comercial de TV para vender porcelanato brasileiro. O filmete mostra um ator tosco, vestido com o uniforme da Seleção Brasileira, levando tombos espetaculares pelos corredores da loja.

LANCE LIVRE

Raoni e Dandara Ventapane, netos de Martinho da Vila, se apresentarão em homenagem aos 80 anos do sambista na próxima sexta-feira no Teatro Rival Petrobras. Está acontecendo este fim de semana o Mobility Rio, feira de veículos para pessoas com deficiência e idosos, no RioCentro. O primeiro volume do livro “Waldyr Pires”, de Emiliano José, será lançado terça-feira na Fundação Perseu Abramo, em São Paulo. 



Tags: colunista, informe jb, jan theophilo, jb, jornal do brasil

Compartilhe: