Jornal do Brasil

Domingo, 30 de Abril de 2017

Informe JB

De que lado mulher de subsecretário do Rio preso acha que está?

No Facebook, Renata elogiou Moro e falou em "limpar o país"

A notícia de que a empresária Renata Monteiro publicou,  em sua página no Facebook, uma foto de Sergio Moro com o comentário: "É de cabeça erguida que iremos limpar o país!" é o cúmulo do deboche no cenário de crise e corrupção generalizada que o país vive.

Renata foi conduzida coercitivamente nesta semana para prestar depoimento na PF, durante mais uma etapa da Operação Lava-Jato. Ela é mulher do ex-subsecretário de Transporte do governo Sérgio Cabral, Luiz Carlos Velloso, preso na mesma operação, por suspeita de corrupção em obras da Linha 4 do Metrô. Os procuradores pediram o bloqueio de R$ 12 milhões da conta de Velloso.

Nesta quinta-feira (16), foram divulgadas informações sobre as investigações que dão conta de que Renata Monteiro gastou em dois cartões de crédito oito vezes mais do que a renda declarada à Receita Federal no período correspondente. Para o Ministério Público Federal (MPF), a discrepância entre ganhos e despesas é um indício de que ela atuava como “laranja” na tentativa de ocultar as supostas propinas recebidas pelo marido.

Ao longo de três anos, entre 2012 e 2014, Renata detalhou no Imposto de Renda rendimentos de R$ 73.920. Dados colhidos pela investigação mostram que, no mesmo período, as despesas nos cartões de crédito chegaram a R$ 600.479,25. Em outubro de 2012, a fatura chegou a R$ 48.524,04.

Renata e Luiz Carlos Velloso são conduzidos por agente da PF
Renata e Luiz Carlos Velloso são conduzidos por agente da PF

O que Renata imaginava quando fez a publicação no seu Facebook? Que ela estava apoiando a caça aos ladrões e corruptos? Ela era então a favor da operação que prendeu seu marido e que a conduziu coercitivamente? De que lado afinal Renata acha que está? Ou o que ela pensa que significa "limpar o país?"

Tags: Facebook, moro, mulher, Sergio, transporte, velloso

Compartilhe: