Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Agosto de 2018 Fundado em 1891
Música em Pauta

Música em Pauta

Mariana Camargo


Românticos no domingo

Jornal do Brasil

Esta semana não poderia ser mais feliz para a estreia de uma coluna semanal sobre o que acontece no mundo da música clássica. No domingo, tem concerto de Nelson Freire no Theatro Municipal.

Algo que chama atenção no Brasil é a qualidade excepcional dos pianistas há várias gerações, alguns mais conhecidos do grande público, outros menos: Arnaldo Cohen, Guiomar Novaes, Magda Tagliaferro, Antônio Barbosa, Arthur Moreira Lima, Hermínia Roubaud, Cristina Ortiz, Homero Magalhães, Linda Bustani, Jacques Klein, Sonia Goulart, Miguel Proença e tantos mais. Nelson Freire, no entanto, conseguiu um lugar especial entre todos. É certamente o pianista brasileiro de maior nome da atualidade, com apresentações lotadas mundo afora, tendo tocado com os principais músicos e orquestras estrangeiros. 

Nascido em Boa Esperança (MG) e considerado um prodígio desde a infância, teve seu grande “début” aos 23 anos, em Londres, quando a crítica o reverenciou de várias formas, como no “Times”, por exemplo, que o chamou de “o jovem leão do teclado”. No concerto deste domingo, no Theatro Municipal às 17h, Freire tocará o Concerto nº2 de Chopin e o nº2 de Brahms. Duas peças das mais representativas no repertório do pianista, que é um especialista em compositores românticos. As interpretações de Freire nos dão a certeza de um concerto em que poderemos apreciar em detalhes os requintes e as nuances românticas sem os exageros piegas tão comum quando se trata da execução de música deste período.

Nelson Freire se apresenta domingo no Theatro Municipal

Apesar de Chopin e Brahms terem características em comum, quando se trata de escrever para orquestra, Brahms é considerado com maior domínio. Escreveu quatro sinfonias, enquanto Chopin não se dedicou muito à orquestração, com exceção de seus dois concertos de piano. O espetáculo de domingo evidenciará essa diferença de orquestrações, sem que haja nisto qualquer diminuição do brilhantismo de Chopin, uma vez que ele tem qualidades extremamente originais quando se trata de escrever para piano. Que o digam os pianistas, que em geral elegem Chopin como compositor favorito. Nesse concerto, Freire estará acompanhado da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, sob a regência do brasileiro Marcelo Lehninger, atual diretor musical da “Grand Rapids Symphony”.

Sergio Monteiro, menos conhecido do que Freire, é dos pianistas brasileiros de geração recente uma das mais promissoras presenças nos palcos internacionais. Monteiro se apresenta também no domingo, na Sala Baden Powell, às 15 h, com um programa exclusivamente dedicado a Chopin. Entre as peças estão a Balada nº2, Noturno op.9 n.2, dois estudos op. 10, quatro mazurcas op.17, Polonaise Eroica e outras tantas. Ou seja, em dois teatros muito diferentes do Rio, Theatro Municipal e Sala Baden Powell, um domingo de música de compositores românticos.

Notas e Acordes 

EM MEMÓRIA Nesta quinta-feira haverá um grande evento na Sala Cecília Meireles, 20h, reunindo músicos eruditos da cidade para prestar homenagem ao compositor Sergio Roberto de Oliveira, que faleceu há um ano. Participarão do concerto Gabriela Geluda, Cristiano Alves, Miriam Grosman, Ingrid Barancoski, Duo Santoro entre outros. Além de composições de Sergio Roberto serão executadas peças do recente CD em parceria com Ricardo Tacuchian.



Tags: caderno b, cultura, mariana camargo, música em pauta, nelson freire

Compartilhe: