Jornal do Brasil

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Rio - Eleições 2018 - Rio

PCdoB lança Leonardo Giordano ao governo do Rio

Jornal do Brasil

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) confirmou a candidatura de Leonardo Giordano, vereador de Niterói, ao governo do Rio de Janeiro, em convenção realizada ontem. O evento contou com participação da deputada federal e candidata à reeleição Jandira Feghali e reuniu cerca de 700 pessoas no salão nobre Associação dos Trabalhadores no Comércio, no Centro do Rio. Como estratégia para facilitar alianças, não houve indicação para os cargos de vice e ao Senado. O PCdoB está em negociações com PT, PDT e PSB, não apenas no Rio de Janeiro, mas em nível nacional.  No dia 1º, o partido confirmou Manuela D’Ávila como candidata do partido à Presidência da República.

Leonardo Giordano admitiu que pode vir a abrir mão da sua candidatura em função dos rumos que tomarem as negociações para a formação de coligações. “Nem a Manuela nem eu seremos empecilho para a união das esquerdas. No caso do Rio de Janeiro, o pior que pode acontecer é a eleição dos velhos figurões. O povo está cansado disso. Nós estamos oferecendo uma alternativa. O fato de ser vereador e jovem é positivo. Foram os medalhões que jogaram o Rio na situação em que se encontra atualmente”, afirmou Giordano, de 38 anos, vereador no terceiro mandato, em Niterói. O secretário nacional de Organização do partido, Ricardo Alemão Abreu, disse que, no Rio, entre PCdoB, PT, PDT e PSB “pode acontecer tudo”. Segundo ele, Giordano pode vir a ser tanto vice quanto candidato ao Senado por um desses partidos. Nessas negociações, um ponto fundamental para o PCdoB é criar coligações que ajudem à reeleição de Jandira Feghali e a superar o quociente eleitoral (1,5%) que determina o número de vagas a serem preenchidas pelo partido.

Prazos 

Ontem foi o prazo final estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  para a escolha dos candidatos por meio das convenções partidárias. O registro das candidaturas, porém, pode ser feito até o próximo dia 15. A lei permite, ainda, substituir candidatos até 17 de setembro



Tags: candidato, candidatura, eleição, governador, partido, rio

Compartilhe: